Free Porn eşya depolama pornhub Galabetbonuslari.com Galabetadresi.com Galabetcasino.com Vipparkbahissitesi.com Vipparkcanlicasino.com Vipparkcanlislotsitesi.com Deneme bonusu veren siteler Deneme bonusu veren siteler Deneme bonusu veren siteler Deneme bonusu veren siteler Deneme bonusu veren siteler paper.io yohoho.io yohoho unblocked io games unblocked 1v1.lol unblocked io games unblocked google sites slope play unblocked games io games padisahbetgirisyap.com padisahbetgirisadresi.net padisahbetbahis.net padisahbetcasino.com deneme bonusu
HomePrincípios de crença islâmicaO Que É Shariah (Lei Islâmica)?

O Que É Shariah (Lei Islâmica)?

A forma de organização da vida, que está relacionada à economia, lei, crença, culto, moralidade e vida social, que é determinada pelo Alcorão e pelos hadiths é chamada de shariah.

É o conjunto das leis que Allah estabeleceu para que as pessoas acreditassem e vivessem.

O ser humano que obedece as regras da shariah estabelecidas por Allah, segue portanto, as regras de quem o conhece melhor, conhece todas as suas necessidades, fraquezas e desejos, e está mais próximo dele [1];  a pessoa que segue a shariah coloca em ordem sua vida pessoal e social.

De acordo com o Islam, todo o universo foi criado por Allah, desde o átomo até o sol e também as galáxias [2]. Cada ser vivo criado para além dos seres humanos possui uma determinada ordem de acordo com o propósito da criação. O sol não se recusa a nascer, o vento não se recusa a soprar. O homem, por outro lado, foi criado para conhecer Allah, para amá-lo e servi-lo [3].No entanto, o ser humano é provido de vontade (livre arbítrio). Se uma pessoa que cumpre as necessidades do propósito de sua criação, usando seu livre arbítrio, age de acordo com as ordens e proibições de Allah, ela garantirá a paz social e ganhará a aprovação de seu Criador.

Na história da humanidade muitos profetas vieram e eles  basicamente  pregaram os mesmos princípios de crença para sua comunidade (ummah). Em linhas gerais, eles nos deixaram ensinamentos sobre as coisas que são halal-haram (permitido e não permitido), ordens e proibições. Estes princípios básicos da crença são os mesmos que existem nas disposições da shariah. O Alcorão, por sua vez, também menciona a shariah que era vivida pela comunidade (ummah) no passado. [4]

Entretanto, com a chegada do Islam como última religião revelada, as regras da shariah se aperfeiçoram e as disposições de outras religiões perderam sua validade [5].

De acordo com o Islam, uma pessoa que opta por se comportar de maneira que não agrada a Allah, perturba a paz social e viola os direitos de outras pessoas, portanto essa pessoa não pode ser deixada livre e sem orientação. A shariah é o que garantirá esta ordem e justiça.

Allah é o juiz na shariah. Ninguém além Dele  tem o direito e a autoridade de mudar o que é haram e o halal, de estabelecer regras. Os profetas, por sua vez transmitem as regras que aprenderam somente com Allah [6].

Nos dias atuais, fala-se muito sobre a shariah através da mídia, e muitas vezes ela é mal compreendida, como se consistisse apenas em questões penais e suas punições.  No entanto, esta é uma abordagem reducionista que limita a shariah apenas ao direito penal.

Essencialmente, a shariah é um sistema que cria a ordem social, estabelece a justiça, misericórdia, difunde o bem,a  paz,  ajuda a construir bons valores morais, desenvolve a taqwa ( temor a Allah), contirbui na luta contra as injustiças e o mal, e ajuda os muçulamanos a realizarem seus atos de adoração da melhor maneira. Quando esta ordem não é cumprida, a aplicação de procedimentos penais também está dentro do escopo da shariah, e tem como único objetivo garantir a justiça.


[1] Al-Kahf,16-17
[2] Al-Baqarah,29
[3] Adh-Dhariyat, 56
[4] Al-Ma’idah,46-48; Ali-Imran,50
[5] Al-An ‘am, 145-146
[6]An-Najm,3-4

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here