Free Porn eşya depolama pornhub Galabetbonuslari.com Galabetadresi.com Galabetcasino.com Vipparkbahissitesi.com Vipparkcanlicasino.com Vipparkcanlislotsitesi.com Deneme bonusu veren siteler Deneme bonusu veren siteler Deneme bonusu veren siteler Deneme bonusu veren siteler Deneme bonusu veren siteler paper.io yohoho.io yohoho unblocked io games unblocked 1v1.lol unblocked io games unblocked google sites slope play unblocked games io games padisahbetgirisyap.com padisahbetgirisadresi.net padisahbetbahis.net padisahbetcasino.com deneme bonusu
HomePerguntas críticasComo o Islam Vê o Suicídio?

Como o Islam Vê o Suicídio?

Os homens foram enviados a este mundo para conhecer Allah e servi-Lo. Uma pessoa que é testada em vários assuntos desta vida prepara seu lugar na vida eterna a partir do que ela fez neste mundo. Tal pessoa mostra sua reação a tais testes, escolhendo entre ser paciente, grata, rebelde ou desistente. O fim da vida de uma pessoa que comete suicídio é a perda da capacidade de resistência contra o que aconteceu com ela e é também a desistência de tudo. Nesse sentido, o Islam proíbe tirar a própria vida,

Ao longo da história, os seres humanos completam sua passagem nesta vida através do processo de nascimento, crescimento e morte. A forma como vivemos ao longo deste período e como passamos a vida serão avaliados após a morte. Não existe tal coisa como escolher a hora, o lugar ou a família do nascimento de uma pessoa, e somente o Criador determina a maneira e o momento da morte. Allah criou o homem como sendo a criatura mais honrada [1], deu a ele o direito de viver, mas não deu ao homem a autoridade para acabar com a vida. “Certamente, somos Nós que damos a vida e causamos a morte; Nós seremos os últimos donos de tudo”. [2] Nesse verso percebemos que Allah afirma que a vida, do nascimento até a morte, depende da vontade d’Ele.

Na tradição islâmica é proibido até mesmo se ferir com a mão [3], além disso, tentar se matar ou matar outra pessoa é totalmente inaceitável. No 29° verso Surata Nisah, Allah ordenou: “… Não se mate….”. No versículo que se segue; Ele advertiu: “Quem fizer isto por agressão e injustiça, nós o colocaremos no Fogo, e isto é muito fácil para Allah”. [4] Estar sujeito a estas punições e recompensas que são mencionadas nos versículos é válido para pessoas sãs e conscientes.

Os motivos que levam uma pessoa a cometer suicídio são geralmente a solidão, o sentimento de inutilidade, problemas financeiros, conflitos familiares, violência, álcool e drogas. É um dever humano retirar uma pessoa de sua difícil situação. A fraternidade é essencial na religião islâmica, que por sua vez, incentiva a cooperação, a bondade, a unidade e a solidariedade [5]. Todo muçulmano tem que aliviar a aflição de um irmão muçulmano que ele vê em apuros [6], ajudar em seus débitos [7], e evitar hábitos prejudiciais [8].

A paciência diante das calamidades é mencionada muitas vezes em fontes islâmicas. No Alcorão, por exemplo, “De fato, o testaremos com medo e fome; nós o testaremos com uma diminuição de bens, vidas e frutos”. Dê boas notícias aos que são pacientes! Quando lhes sucede uma calamidade, eles dizem: “Em verdade, pertencemos a Allah, e a Ele, retornaremos”. Esses são aqueles sobre quem há bênçãos e misericórdia de seu Senhor; e esses é que são os orientados”. [9]

Allah ofereceu boas-novas para aqueles que são pacientes. “Quão agradável é a condição do crente! Todas as suas obras são boas e rentáveis. Esta situação não é encontrada em ninguém que não seja um crente. Se um crente é grato quando recebe uma bênção, isso será bom para ele. Também será bom para ele se ele for paciente quando estiver em apuros” [10] O Profeta Muhammad (que a Paz e Bênçãos estejam sobre ele) também lembrou a importância de ser paciente diante das dificuldades. No caso de uma pessoa que não pode suportar as dificuldades e deseja a morte, aconselhou a oração “Meu Deus! Mantenha-me vivo enquanto viver for bom para mim”. Se a morte é boa para mim, tire minha vida”! [11].

Ao longo da história da humanidade muitos profetas foram enviados e, embora tenham sido servos amados de Allah, eles passaram por muitas dificuldades. Ao colocar testes até mesmo para esses servos especiais que Ele ama, Allah mostrou para a humanidade a transitoriedade do mundo e que um lugar de infinita beleza e livre de problemas é apenas o Paraíso.

Problemas são como professores que ensinam as pessoas a serem pacientes e gratas. Alcançar as infinitas belezas da vida eterna também é resultado de ganhar a aprovação de Allah lutando neste mundo sem desistir.


[1] Al-Isra/70

[2] Al-Hijr/23

[3] “Gaste no caminho de Allah; não se coloque em perigo com suas próprias mãos. Faça o bem, certamente Allah ama aqueles que fazem o bem”. (Al-Baqarah/195)

[4] An-Nisa/30                                                    

[5] ” De fato, os crentes são irmãos uns dos outros”(Hujuraat/10)

[6] O Profeta Muhammad (que a Paz e Bênçãos estejam sobre ele) disse: “Um muçulmano é o irmão de um muçulmano. Ele não o oprime, não pratica injustiça e não o entrega ao inimigo. Quem quer que satisfaça as necessidades de seu irmão muçulmano, Allah, também satisfará suas necessidades”. Quem remover um problema de um muçulmano, Allah removerá um de seus problemas no Dia do Julgamento. Quem cobre as faltas de um muçulmano, Allah cobrirá a culpa e a culpa dessa pessoa”.

[7] ” Se (o devedor) estiver em apuros, é necessário dar-lhe um descanso até que ele encontre algum alívio. Se você entender (a verdade), você deve contá-la como uma caridade (ou zakat). (Al-Baqarah/280)

[8] “Os homens e mulheres crentes são os guardiões uns dos outros. Eles ordenam o bem e proíbem o mal.” (Surah At-Tawbah/71)

[9] Al-Baqarah/155-157

[10] Muslim, Zuhd, 64.

[11] Bukhari, Marda, 19